.menu-alert{ display:none; }

Guia para iniciantes

PTVAPERS.COM | DIY E-LIQUID – PARA PRINCIPIANTESGuia

Glossário e breve explicação das principais SUBSTÂNCIAS NECESSÁRIAS

PG – Propileno Glicol USP, havendo dificuldade em comprar na farmácia, podemos optar pelas lojas da especialidade ou encomendar directamente ao fornecedor.

VG – Glicerina Vegetal, encontra-se facilmente em qualquer farmácia ficando mais económico.

Nic –  Apenas encontramos à venda nas lojas da especialidade ou fabricantes, na aquisição temos de indicar sempre estes 3 valores:

– A quantidade pretendida em ml;
– A concentração da nicotina em mg;
– A quantidade de PG e/ou VG em percentagem.


Água destilada ou Água purificada – Uma vez que não é muito cara será de mais confiança comprar numa farmácia.

E-liquid ou juice – Nomes mais usuais para o resultado final do líquido que usamos para vaporizar

Flavour ou Aroma – Embora se vendam aromas alimentares nos supermercados é aconselhável adquirir em lojas da especialidade ou ao fabricante, existem várias marcas no mercado, devemos escolher consoante o nosso gosto pessoal, o que exige algumas experiências antes de nos iniciarmos no DIY. Se quisermos uma solução mais económica, podemos comprar cristais de mentol na farmácia e fazer a sua diluição.

Diluição dos cristais de mentol – Vou exemplificar para os cristais pequenos, tipo bagos de arroz:

Pegamos numa seringa de 10 ml, por exemplo, abrimos e usamos apenas a parte graduada exterior, com um palito tapamos a saída, colocamos os cristais lá dentro com cuidado até perfazer 1 ml, de seguida adicionamos PG para completar os 9 ml que faltam.

Outra opção, que é a que eu costumo usar quando não necessito saber os ml certos mas apenas as percentagens, é fazer a graduação numa etiqueta ou fita-cola, em Cm, a partir de uma régua e colar no frasco; 

 

Deixamos assim (podendo mudar de recipiente), até os cristais estarem completamente dissolvidos, atenção que esta concentração é muito forte, na sua utilização devemos começar com 2 ou 3 gotas e fazer depois as rectificações, isto consegue-se facilmente simulando por exemplo 1 gota em 5 ml de PG, usar dripp e verificar se está mais ou menos forte para a nossa preferência, convém ir anotando os valores usados, no final podemos usar a experiência numa das receitas.

Mais tarde há outras substâncias que podem ser adicionadas, a mais famosa é o “flash” que produz uma sensação forte no peito, ao invés do Throat hit que procuramos sentir na garganta, serve para que possamos baixar o teor de nicotina mantendo a mesma sensação durante a inalação ou simplesmente para maximizar essa impressão.


MATERIAL NECESSÁRIO

– Calculadora de e-liquid (podemos usar através da Net no PC, os Fóruns têm à nossa disposição, Ex:http://www.zonavaper.com/calc/ – temos de ajustar para os nossos valores)
– Luvas de látex
– Máscara
– Óculos (O renbraga lembrou deste pormenor, não vá espirrar algo para a vista)
– Seringas, Pipetas ou conta gotas
– Frascos limpos
– Toalhetes 
– Água corrente


NOÇÕES BÁSICAS

A nicotina que usamos vende-se já diluída por ser menos perigosa, a sua concentração enquanto pura, no caso de contacto e porque é rápida e facilmente absorvida pela nossa pele, é mortal.
Em caso de acidente devem passar imediatamente os locais contaminados por água fria, recomenda-se sempre o uso de luvas de látex durante o seu manuseamento, o uso de máscara também deve ser levado em consideração, uma vez que durante o sistema se vão libertar gazes facilmente inaláveis e igualmente nocivos. 
Deixemos a ausência destes cuidados para quando formos mais experientes.

A diluição da nicotina pode ser feita com PG, VG, ou as duas em simultâneo, o mais comum é a concentração de nicotina de 36mg ou 38mg, com base PG. 

A quantidade de VG nunca deve ser superior a 60% do total porque é muito espessa, em cartomizadores esta percentagem impede a absorção correcta da pollifil e em clearomizadores tende a entupir o sistema, aceitável em dripp.

O PG não deve ser usado sem uma percentagem mínima de VG de 20%, em qualquer que seja o sistema antes referido, para impedir que a fluidez característica facilite a saída de líquido para as baterias.

A viscosidade do VG a mais de 60% pode ser desagradável e tendemos a ficar com um travo “gorduroso” na garganta, ao passo que ao usarmos o PG a 100% temos mais probabilidades de sofrer irritações no interior da boca, facilmente aparecem aftas no contacto do líquido na boca. 
Casos extremos de 100% só são aconselhados em pessoas que experimentem fazem alergia a qualquer uma destas substâncias, por norma verifica-se essa situação mais em relação ao VG, pelo que, antes de nos abastecermos para o resto da vida, devemos primeiro ter a certeza das nossas tolerâncias pessoais, fazendo algumas experiências durante, pelo menos, uma semana.


APRENDENDO A USAR UMA CALCULADORA DE E-LIQUID

(Escolhi sem critérios uma para exemplificar, ao compreender o manuseamento desta, facilmente nos adaptamos a outra qualquer).

Na primeira parte (BASE INICIAL) a calculadora pede os valores destas bases para poder calcular as percentagens que ainda vamos ter de adicionar, ou seja, se quisermos obter um resultado final de 50%PG e 50%VG temos de contar em que bases estão diluídas todas as outras substâncias que vamos usar, visto todas serem diluídas numa base PG ou VG ou nas duas em simultâneo, em percentagens variáveis.

Os valores a inserir na calculadora estão a azul.

Assim, se a nicotina está diluída apenas em PG, no início consideramos 100% para a base;


Propileno Glicol   100% PG


Se tivermos a nicotina diluída em 50%PG e 50%VG, temos de contar que o VG deve ter água purificada adicionada, pelo que contamos, por exemplo, com estes 3 valores:

50% PG
40% VG
10% ÁGUA

Propileno Glicol   50% PG
Glicerina Vegetal   40%
Água/Álcool   10% 


Como vamos fazer um líquido com mais componentes, para além da base que tem a nicotina, a concentração desta vai baixar de cada vez que adicionamos um liquido sem nicotina, assim, temos de usar sempre uma concentração superior àquela que queremos no resultado final, vou escolher o mais comum que é 36mg, é esse o valor que colocamos na calculadora quando pede o valor de nicotina da base;

Nicotina   36mg/ml

Se os aromas estiverem diluídos em PG a quantidade final de PG que faltar adicionar será menor, ou pelo contrário, se o aroma for diluído em VG, a calculadora toma isso em consideração e no final adicionaremos menos quantidade de VG, uma vez que parte dela já lá está.

Aromas Base   100 % PG

E voilá, agora vou exemplificar com uma BASE 50/50 a 36mg usando dois aromas 100%PG:

BASE INICIAL

Propileno Glicol   50% PG
Glicerina Vegetal   40%
Água/Álcool   10%
Nicotina   36mg/ml
Aromas Base   100   % PG



Colocados os valores das bases que vamos usar, passamos à receita propriamente dita, vou exemplificar a elaboração de juice “Moramenta”:

30ml de juice, com 50%PG/50%VG, 18 mg nicotina, sabor morango/mentol:


MISTURA FINAL

Quantidade   30ml
Propileno Glicol      50% Auto
Glicerina Vegetal   40% Auto
Água/Álcool   10% Auto
Nicotina   18mg/ml
Aroma mentol  3%
Aroma morango  5%


Eis os valores dados pela calculadora:

Ingredientes                                            ml                   gotas
Base Inicial                                           15                      375
Propileno Glicol                                       5.1                      127
Glicerina Vegetal                                          6                      150
Água/Álcool                                             1.5                        38
Aroma morango                                     1.5                        38
Aroma menta                                             0.9                        23



1 ml de e-liquid equivale a 20 gotas.
– A quantidade de cada gota é aproximada, visto que depende de várias coisas, como por exemplo a viscosidade do e-liquid.


Se antes de iniciar o processo fizermos a adição prévia da água purificada ao VG, na proporção 70%VG para 30%água, na calculadora basta inserir 50%VG.

Propileno Glicol           50% Auto
Glicerina Vegetal   50%   Auto
Água/Álcool           00%   Auto


Espero ter conseguido passar a imagem do quão simples é fazermos os nossos próprios líquidos ou usar uma calculadora.

MHSSBV

Deixa o teu comentário sobre o assunto

Obrigatória colocação do nome